Saiba mais...

Destilação

Processos de destilação

Destilação Simples

Separação utilizada quando o soluto da solução não é volátil. O líquido contido no balão de destilação é evaporado, logo depois resfria ao passar por um condensador e, por fim, é recolhido em outro recipiente. As substâncias não voláteis, mantidas no balão de destilação, são os chamados resíduos.

No caso de misturas de líquidos, esta técnica não é adequada quando a diferença entre os pontos de ebulição é inferior a 80 °C ou se um dos componentes se apresenta numa concentração muito pequena (menor que 10%), porque os componentes acabam sendo destilados concomitantemente, como caracteriza a variação de temperatura durante a ebulição.

Nestas situações, seriam necessárias sucessivas destilações até atingir uma fração que fosse pura. Para evitar repetições, é mais adequado efetuar a destilação fracionada.

Ilustração

Destilação Fracionada

É feita com um aparato em que uma coluna separa o balão de destilação do condensador. A coluna é cheia com pequenas pérolas de vidro, o que gera uma grande superfície de contato sobre a qual o componente menos volátil do vapor pode condensar e retornar ao balão de destilação. O componente mais volátil move-se com maior facilidade para cima, pela coluna, e passa ao destilado.

Ilustração

Destilação a Vácuo (pressão reduzida)

Realizada sob pressão atmosférica reduzida. Como a temperatura de ebulição de um líquido é atingida quando a pressão de vapor se iguala à pressão externa, ao se diminuir artificialmente a pressão sobre o líquido consegue-se realizar a destilação a uma temperatura inferior ao ponto de ebulição normal. A vantagem é poder purificar líquidos que se decompõem antes mesmo de entrarem em ebulição ou que precisam de elevadas temperaturas para serem destilados.

Na execução dessa técnica utiliza-se uma aparelhagem similar à da destilação fracionada, com a diferença de que se adapta uma bomba de vácuo que reduzirá a pressão do meio. A nova temperatura pode ser estimada com o auxílio de uma tabela que relaciona colunas de temperatura com pressão (nomograma).

Ilustração

Destilação por arraste de vapor

Método de separação de misturas utilizado quando as substâncias a serem separadas não são solúveis em água, além de uma delas ser ligeiramente volátil e as outras fixas ou para o caso de que uma das substâncias a ser destilada se decomponha com ação direta do calor, ou seja, apresente sensibilidade térmica.

A partir do desenho a seguir, pode-se observar que com o vapor d´água, gerado no primeiro balão do equipamento, pode-se extrair a substância mais volátil da mistura (que se encontra no segundo balão). O resultado do processo (o destilado) é uma mistura formada por água e a substância mais volátil (que podem ser separadas através da decantação por serem imiscíveis).

Ilustração