Textos imagéticos

Para que esta concepção fique ainda mais AMPLIADA, é só pensarmos em texto também a partir de uma visão mais aberta. Em outras palavras, posso dizer que os quadros abaixo são textos?

Leonardo da Vinci: Mona Lisa; Salvador Dali: A Persistência da Memória; Sebastião Salgado: Menina sem terra

Se você está em dúvida em relação aos textos imagéticos, veja o que nos diz Bakhtin (1998) :

Se tomarmos o texto no sentido amplo de conjunto coerente de signos, então também as ciências da arte ( a musicologia, a teoria e a história das artes plásticas) se relacionam com textos ( produtos da arte)  (1998, p.329)

Este sentido ampliado de leitura (e de linguagem), no entanto, não é o que predomina nas escolas. Quando perguntamos "o que é ler?" a alguma criança em idade escolar, e até mesmo a muitos professores, geralmente a resposta que encontramos é aquela a que nos referimos anteriormente - ler é compreender, decodificar uma mensagem...

Na verdade, muitas vezes a escola faz o aluno acreditar que ler é apenas juntar letras. A leitura, como vimos, vai além disto. Ela começa com a compreensão de imagens - textos não verbais - que prescindem da escrita para serem lidas. Aliás, foi  o que fizemos com os textos imagéticos com que trabalhamos acima, quando você os leu e interpretou. É também o que uma criança faz, quando olha um outdoor, um anúncio conhecido e o lê...

A leitura continua com a possibilidade de entender o primeiro nível de um texto - a que chamamos nível manifesto - , aquele que se apresenta ao leitor nas páginas do livro. E aprofunda-se com a descoberta da chamada estrutura latente, ou seja, aquilo que está nas entrelinhas e que o leitor tem a possibilidade de descobrir.

No entanto, para que isso ocorra, é necessário que nossos pequenos leitores descubram a pluralidade do texto literário. Quem lê um texto literário lê qualquer texto, mas a recíproca não é verdadeira. Por isso a necessidade de trabalharmos, em sala de aula, também com literatura. Como você vai ter a oportunidade de saber mais sobre este assunto em disciplina específica, vamos deixar que essa discussão amadureça em sua cabeça...

VoltarAvançar