Módulo II
Elementos da linguagem: Ponto, Linha e Textura

6. 

Textura desenhada

Na linguagem visual, a textura pode ser trabalhada de diversas maneiras. Nós podemos desenhar texturas usando pontos, linhas retas, curvas, sinuosas ou quebradas.
Observe esta litografia de Honoré Daumier, pintor e caricaturista francês do século XIX. Usando apenas linhas e pontos ele fez uma crítica da sociedade da época.

"Os prazeres da vida no campo", de Honoré Daumier

Outra maneira de desenharmos texturas é fazendo frottage. É uma técnica que foi valorizada por um pintor surrealista chamado Max Ernst. Consiste em rabiscar, com grafite, num papel sobre uma superfície que tenha uma textura característica, como por exemplo um chão de madeira.

Então, como mágica, a textura da madeira passa para o papel, e é justamente essa força do acaso e das infinitas possibilidades de reprodução que encantou os surrealistas. Para eles, a arte tinha a função de representar o inconsciente, o acaso; eles buscavam a arte pura dos loucos e das crianças.

Alguns artistas modernos e contemporâneos trabalham com texturas como tema em si. Suas pinturas e esculturas enfocam a sensação que as texturas causam nos espectadores, seja por meio do olhar ou do tato.

São múltiplas mídias, ideias e suportes. A imagem e seu simbolismo são revalorizados em todas essas linguagens.
 
Voltar Índice do Módulo II Avançar